TechEdBR 2011

Publicado por Alexandre Cunha
06/10/2011
Categoria:
Tags: , , , , ,

Semana passada eu e o Rodrigo participamos do TechEdBR que foi fantástico. Foram 2 dias de palestras sobre produtos e tecnologias Microsoft.

Eu particularmente acompanhei três assuntos então vou comentar um pouco sobre o que eu vi de cada um.

C# 5 e MVC4

Sinceramente falando, a Microsoft está dando um salto impressionante com o C# 5 e o MVC4. Sinto muito dizer mas o Java está ficando para trás em termos de linguagem. Os avanços do C# 5, em particular o Async CTP, vão facilitar demais a vida dos programadores (e enquanto isso o Java ainda está tentando alcançar o C# 4, que atraso). Recomendo a muito leitura do artigo feito pelo Eric Lippert sobre esse assunto.

O exemplo do artigo do Eric já diz tudo:

Ao invés de fazermos um código assim:

void ServeBreakfast(Diner diner)
{
  ObtainOrderAsync(diner, order =>
  {
    ObtainIngredientsAsync(order, ingredients =>
    {
      ObtainRecipeAsync(order, recipe =>
      {
        recipe.PrepareAsync(ingredients, meal =>
        {
          diner.Give(meal);
        })})})});
}

Você vai escrever o seu código assim:

async void ServeBreakfast(Diner diner)
{
  var order = await ObtainOrderAsync(diner);
  var ingredients = await ObtainIngredientsAsync(order);
  var recipe = await ObtainRecipeAsync(order);
  var meal = await recipe.PrepareAsync(ingredients);
  diner.Give(meal);
}

O uso de lamba expressions já facilitava muito fazer códigos assíncronos utilizando callbacks, mas ainda assim o código fica todo costurado, um horror. Agora introduzindo o await e o async resolve-se de vez esse problema. É genial! Vale a pena realmente ler o artigo do Eric que mencionei para entender do que eu estou falando (em artigos futuros com certeza entrarei em mais detalhes).

Windows Phone 7 e Windows 8

A Microsoft basicamente está voltando à boa forma e voltando a brigar como gente grande no mercado de SO para devices e para PCs. A plataforma WP7 (que é uma evolução da plataforma criada para o – já falecido – Zune) é incrível. Para quem desenvolve .NET (especialmente Silverlight) fazer aplicação para WP7 é brincadeira de criança. Já fiz aplicações para Android e não se compara. Quando tivermos disponíveis os recursos do C# 5 então, nem se fala. O Windows 8 é uma evolução natural e o encontro do Windows 7 com o WP7. Sem comentários!

X Azure

Por enquanto eu vi muita propagando e pouco resultado prático. A plataforma Azure (o tão falado Cloud) da Microsoft é um produto muito bom mas no meu ver tem uma área de aplicação bem específica para sistemas que necessitam de alta escalabilidade, alta disponibilidade, etc. Eles estão tentando diminuir os custos para tentar incluir outros tipos de sistemas que não necessariamente têm essas necessidades. Faz parte da estratégia de vendas deles mas eu realmente ainda não confio muito que seja “o futuro” que nem eles insistem tanto em dizer.

O tempo todo durante as palestras os MVPs da Microsoft falavam que os desenvolvedores deveriam usar a própria imaginação para descobrir como utilizar o Azure dentro dos seus projetos. Acho que é um discurso típico de quem tem um produto e não sabe direito como (ou pra quem) vender. Não é qualquer tipo de aplicação que precisa estar na “nuvem”.

De qualquer forma fiquei muito impressionado com a integração do Visual Studio com os diversos produtos da linha Azure. Isso só confirma realmente que o VS 2010 está anos luz de qualquer outra IDE de qualquer outra linguagem.

Warning!

Apesar de parecer o contrário, eu não sou um defensor exlusivo da Microsoft. Muito pelo contrário. Gosto de trabalhar em qualquer plataforma com qualquer tipo de tecnologia. Mas é impossível, como desenvolvedor, não comparar as duas principais linguagens e as ferramentas disponíveis para os mercados nos quais trabalhamos. Infelizmente na disputa Java e .NET eu acho que o Java está ficando para trás. Digo infelizmente por que se um dia o .NET dominar o mercado isso significa que teremos menos inovações (já vimos isso acontecer diversas vezes com outros produtos da Microsoft). Então eu realmente torço para que a linguagem Java não pare no tempo e volte a mostrar sua força. Sem dúvida existem outras áreas que o Java leva vantagem em relação ao .NET mas hoje em termos de linguagem e IDE sinto dizer que estão ficando para trás.





Desenvolvido por hacklab/ com WordPress